Seja sócio-torcedor! Ligue para (42) 3027-4917 e ajude o Fantasma!
08 de outubro de 2017 - Fonte: Assessoria de Imprensa - Bianca Machado - Fotógrafo: Bianca Machado/Operário
Fantasma e Cascavel empataram em 1 a 1 no tempo normal
O Operário Ferroviário se despediu da Taça Federação Paranaense de Futebol (FPF) Sub-23. Na tarde deste domingo (8), o alvinegro empatou em 1 a 1 com o Cascavel e perdeu nos pênaltis por 5 a 4. O jogo aconteceu no Estádio Municipal Arnaldo Busatto e foi válido pela volta das quartas de final da competição.

Em um primeiro tempo equilibrado, as duas equipes tiveram dificuldades em criar boas jogadas e não deram trabalho aos goleiros. Já na segunda etapa, o Fantasma impôs seu ritmo e chegou ao ataque, criando oportunidades claras de gols.

Apesar de ter mais volume de jogo, o gol do Operário só saiu aos 46 minutos, quando Erick desviou da marcação e acertou belo chute. No minuto seguinte, o Cascavel foi para o ataque e a arbitragem marcou pênalti, após falta cometida Bruno Gaúcho na entrada da área. Gasperin converteu para os donos da casa e empatou a partida.

Como as equipes já haviam empatado o primeiro jogo, no Germano Krüger, a decisão se encaminhou para os pênaltis. Nas primeiras cobranças, Diego Carioca marcou para o alvinegro e Gasperin para o time mandante. Em seguida, Bruno Gaúcho e Gustavo também converteram. Nas terceiras cobranças, Wembley e Tocantins balançaram as redes. Na sequência, o goleiro Lucas acertou o canto e pegou cobrança de Fred Saraiva, e Elivelton marcou para o aurinegro. Nas últimas cobranças, Matheus marcou para o Fantasma e Hyago para o Cascavel, garantindo a classificação do time da casa. 

O Operário iniciou a partida com Matheus, Robson, Lucão, Pedrão, Bruno Gaúcho, Wembley, Erick, Fred Saraiva, Glenisson, Cristian e Diego Carioca. No segundo tempo, Juninho entrou para saída de Cristian.

Em entrevista, o técnico Joel Preisner falou sobre o jogo. “Acredito que tivemos mais acertos do que erros nessa partida. Jogamos muito bem e não merecíamos ter perdido. Fizemos um primeiro tempo equilibrado e um segundo tempo bem superior à equipe do Cascavel. Criamos oportunidades claras de gol e fizemos um gol, mas acabamos levando outro na sequência. Treinamos bastante os pênaltis, todos os jogadores que bateram treinaram muito bem, mas o goleiro deles adivinhou o canto e acabou pegando uma das cobranças”.

O Fantasma encerra a participação em competições oficiais este ano. Em 2018, o alvinegro disputa a Segunda Divisão do Campeonato Paranaense e a Série C do Campeonato Brasileiro.


FICHA TÉCNICA

Cascavel 1(5)x(4)1 Operário
Taça FPF Sub-23 - Quartas de final – Partida da volta
Estádio Municipal Arnaldo Busatto – 08/10/17 – 11h05

Cascavel: Lucas, Gasperin, Layo, Murilo, Elivelton, Tubarão, Oberdan (Ganem), Robinho B., Hyago, Tocantins e Kiko (Vagner). Téc: Rodrigo Cabral
Banco: Guilherme, Andrade, Lucas, Flavinho, Pedro Jr, Bitelo, Denilson e Romario.

Operário: Matheus, Robson, Lucão, Pedrão, Bruno Gaúcho, Wembley, Erick, Fred Saraiva, Glenisson, Cristian (Juninho) e Diego Carioca. Téc: Joel Preisner
Banco: Fabrício, Matheus do Ó e João Vitor.

Gols: 
Tempo normal: Erick (2T 46’) (Operário); Gasperin (2T 49’) (Cascavel)
Pênaltis: Diego Carioca, Bruno Gaúcho, Wembley e Matheus (Operário); Gasperin, Gustavo, Tocantins, Elivelton e Hyago (Cascavel)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistente 1: Alessandro Michel de Oliveira Domiciano
Assistente 2: Sidnei Galho Benedito
Quarto Árbitro: Valdemir Malanchem
Assessor: Aurélio Triches
Delegado: Roberto Assunção de Mello

Público pagante: 385 pessoas
Público total: 402 pessoas
Renda: R$ 1.925,00